Páginas

quarta-feira, setembro 7

Sobre vontades vagas e desejos vazios.


É por essa loucura que bate em minha porta
Que desfaço-me em poemas de amor
E descrevo sem jeito a folha torta
Feito o caminho que você me encontrou

Idealizando minhas meias vontades
Das verdades que eu nunca senti
Sentimentos que digo sem coragem
Trançando elos conquistados por ti

Na imensidão que vejo você chegar
Fantasias que possa um dia me amar
Motivos soltos que ainda espero

Segredos ocultos do meu pensamento
Guiando a loucura voando no tempo
Que seja direto o quanto te quero!

Evelyn Dias

2 comentários:

  1. Ufa!!!! Tantas fantasias, e uma sensação que o tempo passa e nada acontece. O querer estar juntos, a necessidade de aconchego, a carência o desafeto. As coisas deveriam ser mais simples, tem momentos que não se depende de nós, assim somos frágeis e quase meninas...

    ResponderExcluir
  2. Olá, parabéns pelo lindo blog, já estou seguindo e aproveito para convidá-la à participar do meu blog. Me add tb no facebook, estou como Bolo Doce Bolo Buffet.Bjs e sucesso!!!

    ResponderExcluir