Páginas

quinta-feira, setembro 29

É estranho, mas ao mesmo tempo tão óbvio. Nessas linhas tortas, olhares se cruzam, mas às vezes não se encontram.

Depois de muito colecionar chaveiros, agora parece que vou colecionar relógios...


Eu queria te encontrar por um momento
E descobrir por que sumiste sem falar
Por onde andas, o que fazes
Se tem outra em meu lugar

E fico sentido a culpa na mente
Até que desmente, não tenho nada a ver
Mas a verdade é que não vou melhorar
Enquanto enfim, encontrar você.

Porque eu te quero como meu presente
Já que o futuro está demorado
Incontroláveis sentimentos
Num coração apavorado

E se isso um pouco te assusta
Não custa um pouco me ligar
Não ver o desespero 
De alguém que só quer te amar

Tão cheio de mistério
Seu jeito sério me hipnotizou
Agora pague o preço certo
Não deixe só quem conquistou.

Esperarei-te-ei na linha do tempo
Onde tortas se cruzam olhares
Estarei pronta, só pra ser sua
Simplesmente como desejares.

Evelyn Dias

13 comentários:

  1. Aaaiii que poema LINDOO!! Ameiii... *--*

    Beijoo Floor, adorei teu blog, tanto que te sigo de volta! (;

    ResponderExcluir
  2. Quantos sentimentos! Quisera eu ter o dom para escrever poemas!
    Gostei do seu cantinho(:
    Beijos*:

    ResponderExcluir
  3. Nossa lindo!!!!!!!! Conheço esse sentimento, mas de uma coisa tenho vivido, ainda que se guarde esperanças não devemos fechar os olhos e muito menos o coração para conhecer um outro alguém. Se vier tudo bem, senão um outro amor vamos encontrar, que nos faça brilhar. Que bom ter resolvido o problema do vírus, não foi tão difícil assim, não é.

    ResponderExcluir
  4. Em qual cidade de Minas vc mora? Nas férias, sempre vamos pra Cambuquira ou Juiz de Fora.

    ResponderExcluir
  5. Amei, amei tudo aqui!
    Seguindo-te!
    Bjoo..♥

    ResponderExcluir
  6. Simone,

    Moro em uma cidade pequena perto de Montes Claros, conhece?

    ResponderExcluir
  7. Olá.

    Belo texto, Evelyn. Que as coisas aconteçam como tem que ser: no seu devido tempo, pois o que tiver que ser, será.
    Ví o teu comentário lá no Recanto e lhe agradeço as palavras gentis.
    Um boa noite para você.

    ;D

    ResponderExcluir
  8. Encontros e desencontros...
    a linha do tempo é realmente fascinante... Muito embora não aconteça sempre o que desejamos.


    Seguindo-te!
    Conheça o Clube dos Novos Autores, e ganhe livros nos sorteios, basta apenas comentar.

    Beijos querida.
    CLUBE DOS NOVOS AUTORES.

    ResponderExcluir
  9. A linha do tempo é um lugar lindo pra esperar por alguém, Evelyn!

    Adorei o teu poema, muito delicado.

    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  10. Eu também adorei o poema.
    Coleção de chaveiros? POSTA pra vermos ;)

    ResponderExcluir
  11. Parabéns, Evelyn. Você é uma pessoa dona de uma sensibilidade extrema...

    ResponderExcluir
  12. Oi, menina, tudo bem... Você é inesquecível, obrigado pela visita. Já estou lhe seguindo, não por me seguires, mas pelo talento que és. Linda a sua poesia e quanto ao seu blog, ele é show. Parabéns, beijos na alma.

    ResponderExcluir
  13. Eu sempre esperei..esperei...e chegou uma hora que percebi que o tempo me traira,que eu estava perdendo as coisas boas da vida esperando algo que nem eu mesma sabia se iria acontecer...por isso tome cuidado com o tempo,ele é traiçoeiro.

    ResponderExcluir