Páginas

quarta-feira, junho 6

Interpretações



Hoje por um segundo tomei raiva de mim, mais raiva ainda pelo que faço. Senti raiva de escrever - o que me fez ter mais vontade de escrever ainda. Os motivos tantos é essa facilidade de me descobrir, nem eu mesma sei quem eu sou e as pessoas se aproximam adivinhando meu jeito. Senti raiva de ser abandonada por aqueles que descobrem minha vida em um livro aberto. Perco fácil muitos que só leem o prefácio e pensam que me desvendaram. Talvez não fizessem tanta importância assim. Não são românticos como eu e não querem uma garota que gosta de mandar flores atormentando o tempo todo. E quando a raiva passou percebi que a raiva mesmo era da incapacidade que eles tinham de não entender o que estava nas entrelinhas.

Evelyn Dias


Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.
[Texto original: Date a girl who reads]

13 comentários:

  1. Evelyn você voltou! Que maravilha!

    *É tão difícil entendermos a nós mesmos que acredito que para os outros seja mais difícil ainda. E é certo que alguns até leem, mas não se esforçam para compreender.

    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  2. Que saudade daqui, e esse texto tá de arrasar. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  3. Seja bem vida novamente e não nos abandone mais, você abrilhanta a nossa página. Amei o seu texto, parabéns, bjos.

    ResponderExcluir
  4. Então eu passo o desafio também para ti!
    Passa por lá :)
    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Perfeita esta sua postagem, quem te perde lendo apenas o prefácio e porque jamais conseguiriam ler o livro inteiro, o livro da sua vida. Lindas palavras, lindo sentimento, continua clara como água, somente assim as pessoas te amarão por o que és. Um Beijo :)*

    ResponderExcluir
  6. Que linda essa postagem ! Como todas as outras suas...

    Andei procurando vc nos meus posts e hoje encontrei.
    Fiquei feliz! Bem feliz que retornou.

    Beijos amada com saudades sempre!
    Coloquei o seu blog nos meus relacionados, adoro-o

    ResponderExcluir
  7. "Perco fácil muitos que só leem o prefácio e pensam que me desvendaram"...

    #Perfeito!

    ResponderExcluir
  8. Bastante legal o blog..Aguardo-te no meu ..


    abraços!!

    http://aspirantesapoetasurbanos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Acho que o nosso jeito de ler, escrever e dialogar e ser transparente incomoda algumas pessoas. Muitos estão vazios sem nada de dentro a oferecer, sem conteúdo, sem palavras e quando nos encontram com tanto conteúdo se assustam, fogem...e é melhor ser como somos que muito temos a oferecer do que ser igual a esses que apenas tem uma capa exterior. Não deixemos com isso miga, perder nossa essência, nossa marca, nossa linda forma de ser...pra pessoas assim é melhor mesmo que se vão para não nos contaminar. Bjos e amei sua volta.

    ResponderExcluir
  10. Adorei aqui, Lindas palavras...
    e com certeza ficarei :)

    espero sua visita, se gostar, ficarei feliz em te ver por lá!!

    Beijos
    http://momentosdapathy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. "Nem eu mesma sei quem eu sou, e as pessoas se aproximam adivinhando o meu jeito."
    Sei bem como é isso, e odeio mt as pessoas me julgarem sem querer me conhecer direito. ;/
    saudades daqui *-*
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Na realidade todos nós somos um grande mistério.

    Beijinhoo's.

    ResponderExcluir
  13. A primeira impressão é a que traz equívocos.
    Prefiro ler a pessoa por inteiro
    Para depois tecer meus comentários sobre ela.

    Obrigado pela visita, Evelyn
    Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir