Páginas

segunda-feira, outubro 31

Beija-me


Eu quero mergulhar no céu da tua boca
Me afogar nos teus beijos
Perder o fôlego dentro de você.
Beijar-te novamente, para recuperar o ar.

Evelyn Dias

Completa-me


Despedaça-me teu querer mais envolvente
Completa-me com a tua intensidade

Na vontade estampada 
Nua
Crua
Devora
Mata a saudade.

Cruza as veredas do destino
Entre os laços contornados pra você

Pega
Aperta
Prende
Sacia o desejo de querer.

No abraço sedutor
Sua liberdade me possui
Dominando quem sabe ser possuidor
Me envolve, me cativa
Ensina-me a morrer de amor.

Evelyn Dias

sexta-feira, outubro 28

O melhor sorriso, o seu.


"Ficou na memória dos meus olhos
o clarão do sorriso dos seus.
Depois disso, tudo o que sorri pra mim
com algum sol faz eu lembrar de você."

Ana Jácomo

Passeando pela blogosfera, encontrei esse fragmento no blog da Evelyn Colaço Outonos que Guardei. E de alguma inexplicável forma ele mexeu muito comigo. 

quinta-feira, outubro 20

O poeta fingidor - 20 de outubro dia do Poeta


Inspira-me nos sonhos traiçoeiros 
Mentiras de uma dor e uma revolta
Pedidos, gritos, implora-se os desejos
Trancados pela solidão e o desistir

Vivendo na tortura de um pensamento
Contra o vento, na imagem um nuance
Despedidos das falhas indecisas
Controlados por perigos de um romance

A desafiar qualquer medida esse preço
No apresso da pressa de libertar
Com que tudo nada mais o interessa 
Abandonado nas veredas de amar

Feito um louco, condenado por sua sina
Enfeita em rima coloridos e preto e branco
Quando dos lábios na boca um sorriso
Logo se esvai dos olhos o seu pranto.

Que das lágrimas a rolarem a tristeza
Do poeta, dramático e pouco triste
A enfeitar com amor seus véus e encantos
Transformando o que nele ainda existe.

Revelando na verdade as duas faces
Que se encondem no escrever e no pensar
A solidão resplandecente virando arte
Enquanto ele finge não se importar.

Evelyn Dias

Blá blá blá: E mais uma vez eu esqueci uma data importante, e dos rabiscos tentei fazer notas de interesse, talvez trouxesse prestígio à quem lesse, de quem lembrou e não deu importância.

terça-feira, outubro 18

Pensamentos vazios e confusões mal edificadas


   Resolvi deixar esse post como uma explicação ao meu desaparecimento, digo pois não costumo ficar mais de dois dias sem vim aqui juntar os meus pedaços. A verdade é que ando muito desligada de tudo, coisa que eu não queria está. A semana começou corrida, vestibular chegando, e minha cabeça está totalmente desconectada da realidade. Preciso me concentrar um pouco em mim, e não sei como fazê-lo. Escrever é o meu melhor remédio e está sendo o meu pior desafio. Espero que não fiquem chateados com as visitas adiadas e encontros transferidos para uma outra data, um outro momento. Eu não estou me despedindo, deixar isso aqui só se for levando comigo. 
   Obrigada pelo carinho de todos que são essencialmente especiais para mim! Não me esqueçam, eu não esqueci de vocês! Um beijo grande! 

Evelyn Dias

sábado, outubro 15

Apae - Montes Claros




A APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Montes Claros (MG) ganhou um ônibus novinho e a equipe do Lata Velha o levou a uma oficina especializada neste tipo de veículo para dar aquele trato e adaptá-lo para  deficientes. O coletivo foi todo personalizado com brinquedos, ganhou conforto e até ar-condicionado. Tudo porque o antigo ônibus, que fazia o transporte escolar de crianças atendidas pela associação, estava caindo aos pedaços e não tinha a menor condição de sofrer as modificações necessárias.  
Essa inesquecível conquista veio através do professor de Biologia André Ricardo e do lutadorAnderson Silva. O primeiro fez um vídeo pedindo a reforma para Luciano Huck, após se tornar voluntário da APAE por conta da morte da filha Maria Vitória. A menina nasceu com síndrome de Down e uma lesão cardíaca severa e faleceu na 27ª hora de vida.

Então, a produção do Caldeirão pensou em alguém que pudesse ‘lutar’ por essas crianças e ninguém melhor que o campeão mundial de MMA (Mixed Martial Arts) Anderson Silva para esta difícil missão.No palco do programa, o ídolo dos ringues precisou incorporar o ídolo dos palcos Justin Bieber e fez uma apresentação de arrasar qualquer adversário. Para não fazer feio, ‘Spider’ (Aranha) Silva teve umas aulinhas com o próprio astro teen.
Luciano Huck capturou André Ricardo em pleno palco do Caldeirão, com toda a plateia – 470 pessoas – formada pelo povo de Montes Claros, região onde o professor vive e desenvolve o trabalho na APAE. André se emocionou.


quinta-feira, outubro 13

Quem eu amei


Mas quer saber a verdade
Eu sei que ainda vai me ligar
E vai chorar, implorar por mim
Porém nenhuma palavra da sua boca
Consertará, me fará redimir.

Tenho mais força agora
Do que pouco atrás
E o meu coração feito cacos quebrado
Revigorou, mostrou-se capaz.

Tanto eu fiz, tentei mudar
E de certo modo, reverter a situação
Mas nada que eu fiz o conquistou
Hoje sou eu a sua aflição.

A solidão bate em tua porta
O mesmo desassossego que tomou conta de mim
Te amaria outra vez, se me convencesse
Mas no meu coração não é mais assim.

Evelyn Dias

"Jogue a chave debaixo da porta, nem posso ouvir o som da sua voz. Sinto dizer, não me faz falta. Apenas você tem saudade de nós."

Ps.: Confusões de auto-superação, promessas para iludir a cabeça.

E sem falar...


Depois que me deixou
Nada mais faz nenhum sentido
É como jogar fora
Todo amor que foi vivido.

Por quanto tempo
Sumiu e nem se importou em me rever
Fiz tantos planos
Pois nada me dava mais prazer

A minha vida
Era um conto de histórias de nós dois
Você foi embora
Livros e páginas deixados pra depois

E os beijos que guardei
O que faço com os abraços sem você
Por que não me avisaste antes
Que eu ia te perder

Tão perverso me deixou aqui
A mercê de uma espera fútil
Sem ao menos ter liberdade
Sou escrava de um amor inútil.

Evelyn Dias

"E sem falar dos nossos livros e CD's, e todas as viagens que a gente fez, ainda sinto o seu perfume em cada roupa que eu usei... E pra eu não acabar comigo, me diz o que é que eu faço..."

PS.: Um pouco de desespero solitário.

Nada mais


Delírios permeiam minha mente
Tentando adivinhar se ainda pensa em mim
Se tem outra em meu lugar
Depois do nosso fim.

Eu era tudo na sua vida
Dissera-me ser sua paz
Agora que tudo acabou
Hoje não sou nada mais.

Você deixou minha vida
Cheia de sonhos e confusões
E aquela árdua despedida
Fez a partida dos nossos corações.

Quem dividiu nossos sonhos
Sabes te amar mais que eu
Darás a ela todo o amor
O que ficou e não me deu

Evelyn Dias

Ps.: Afim de libertar tudo que me aflige. 

quarta-feira, outubro 12

Selinhos

    Recebi mais dois selinhos do blog Roda Viva. Que fofa a Daiana!



    As regras são responder essas perguntinhas...



1. Qual  o estilo musical com o qual você se identifica?

  Bom, pra falar verdade eu curto praticamente todos os estilos musicais, me dou melhor com a letra da música, o que ela transmite. Se me identifico com a letra, a melodia faz o momento.

2.Diz três coisas que te faz feliz.

Uhm... me faz feliz está bem com as pessoas ao meu redor, saber que passo algo bom pra quem está ao meu lado, ajudar as pessoas, isso me faz ficar em paz comigo mesma e escrever, minha melhor parte!

3.Três coisas que te deixa triste.

Ser decepcionada por aqueles que eu confio, desistir mesmo sabendo que não ia dá certo, ficar sozinha, minha melhor tristeza.

4. Algo a conseguir.

Passar no vestibular, consegui aquela minha tão sonhada faculdade. 


5. Dê um conselho a si mesmo(a).

Nunca se sinta a pior pessoa do mundo.

6. Passar o selo a três blogs.

Bom, como todos já sabem que todos são os meus favoritos e ficam ali na lateral >> Pra eu lembrar sempre. Mas como tem que passar o selinho a três blogs, vou dedicar ao:

Mas todos tem um cantinho vip no meu coração!

terça-feira, outubro 11

Permita-se


   É, realmente foi assim que aconteceu. Depois de um certo tempo deixando minhas vontades serem guiadas pelos processos da rotina de uma garota não tão normal ou maluca quanto se parece, foi que percebi não a profundeza desse vazio dentro de mim, mas a intensidade que ele reproduzia quando cegava-me fazendo com que passasse despercebida qualquer oportunidade que a vida me oferecera.
   Não. Eu não me conheci melhor, afinal, isso não foi um daqueles testes de auto-ajuda gravados para sempre na mente como uma espécie de ensino e aprendizado para nunca se esquecer ou errar outra vez. Não foi isso. Como sei e muitos disseram que a solidão é necessária. É preciso passar um momento só, uma fase triste, para enfim conhecer definitivamente a felicidade completa.
   Mas, para isso é preciso se permitir, assim como permito que uma lágrima escorra na minha face contradizendo o meu sofrimento seco, mas que se afoga e se liberta ao mesmo tempo. Também devo permitir  sair por aí sem saber que horas são e aonde vou, porque quando não se conhece o caminho as dores não são as mesmas dores, os sorrisos não são os mesmos sorrisos, as alegrias somam com outras alegrias e na mente não corrói o que não é certo. Porque não é erro e se for, é como se eu nunca estivesse errado.
   Anyway, não pude ter certeza de nada, mas sinto-me um pouco melhor ao confundir minha cabeça com esses assuntos de superação. Faz parte escrever sobre: "pós-dor, pós-tristeza, pós-pedirmeunamorado, pós-sofrimento, pós-dramática, pós-prasempre".
   Receio que seja até um certo incômodo a mim mesma ao finalizar esse texto a dizer que "Passa, como qualquer outra dor" e ousada ao acrescentar "Volta viu, não é a última vez". São momentos, fases incompletas.

Evelyn Dias

domingo, outubro 9

Part delusional.


Por baixo da energia elétrica que ilumina o meu quarto eu sempre estou deitada no início da noite, procurando aquela luz que adormeceu dentro de mim.

Evelyn Dias

quinta-feira, outubro 6

Pedaços de mim


Minhas linhas indecifráveis caminham por espaços vazios, tentando preencher de alguma forma o mesmo vazio, com a minha solidão.

Evelyn Dias


quarta-feira, outubro 5

Depois de um poema bonito, a falha dolorosa.

Tenho tanto amor dentro de mim. Mas a cada gesto de rejeição ele se esconde. E feito algo misterioso possui uma coleção de chaveiros, mas nunca encontra a porta da felicidade.


Eu sempre acerto o momento, a hora, o lugar, até o telefone... Tinha que demorar tanto pra eu descobrir que a pessoa era errada?

Evelyn Dias

Não são mais palavras, é mais forte a vontade de ter ao meu lado.


O que diria o meu amado se eu calasse?
O que diria se esses versos eu não falasse?
Faltaria porém o recheio das idéias
O motivo e a razão
Como faria porém, pra entender meu coração?

Mas não tema meu querido
Se eu falo o que não mereça
São coisas da boca pra fora
Que só quero que esqueça

Mas se de mancinho eu chegar
Com palavras em seu ouvido
Traduzidas em suspiros
Que és meu amado e querido
Desperta então em ti
Desejo e emoção
E essas sim palavras
Guarda-te no coração

Mas se passar por um momento uma causa duvidosa?
O que faria eu amada nessa falha dolorosa?
Deixaria por um instante o meu silêncio se expressar
Talvez ele te demonstre
O que minhas palavras não conseguiram traduzir.

Evelyn Dias


Por você


Dou a volta ao mundo
Eu querendo ou não querer
Realizo o preciso
Faço tudo por você
Subo uma montanha à pé
Carregando em mim sua solidão
Te apresento como amigo
Se for pra ganhar teu coração
Abandono tudo em minha vida
Faço tudo que não quis
Faço o que você quiser
Se for pra te ver feliz.

Evelyn Dias

Resultado: Desafio!

1- Eu nunca fui boa em matemática.


Falso!  Eu amo estudar. E matemática é uma das matérias que mais gosto. 

2- Eu nunca vi uma estrela cadente.

Verdadeiro! Alguns podem achar que estou mentindo, mas é sério! Nunca vi mesmo. Já fiquei um tempão olhando a noite pra ver se via. Definitivamente, ainda não. õ

3- Eu nunca roí as unhas.

Falso! Já tentei parar, consegui. Mas às vezes... Como tava na legenda da foto: "Só olho pra roer mesmo"   kk 

4- Eu nunca andei de avião.

Verdadeiro! Morro de medo de altura. Daquelas que não sobe em uma cadeira! kk Mas tenho vontade de voar. :)

5- Eu nunca me apaixonei por um estranho.

Falso! Gostar de alguém assim que você nunca viu, falou, e com um simples olhar, ganhou seu coração. É estranho, eu sei.

6- Eu nunca tive alguma doença grave.



Verdadeiro! Graças a Deus! Só loucura mesmo... mas essa nem é tão grave assim. (:

7- Eu nunca usei óculos.

Falso! Não me lembro quanto tempo... Uso até hoje! Sem eles as coisas se movem, distanciam, aproximam. Pois é...

8- Eu nunca comi caviar.


Verdadeiro! Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar!

9- Eu nunca ganhei um buquê de flores.

Falso! Já ganhei sim. Rosas vermelhas e amarelas! Lindas :)

10- Eu nunca viajei pedindo carona


Verdadeiro! Essa eu vi em um blog, copiei.  kk Só pra confundir.


Ninguém acertou tudo, ninguém também errou todas! kk
Teve dois aí que ajudaram, poxa.. vivem aqui comigo. Mas acho que não influenciaram. :)

5 acertos: 0
4 acertos: Yohana - Mara - Naan

Só pra constar que a Gessy, Mara e Naan me conhece. Por isso acertaram! rsrs.. A Gessy tentou reverter, chutou as falsas né. Danada!  :)

segunda-feira, outubro 3

Como assim?

Desafio !

Este desafio achei muito interessante e veio do blogue da Ana, o my life as me. Mas eu o encontrei no blog do Christian V. Louis. Escritos Lisérgicos. As regras são escrever dez frases iniciando com EU NUNCA, sendo que cinco devem ser falsas e cinco verdadeiras.
O interessante vem agora: são os leitores que tem que adivinhar quais são as frases falsas e verdadeiras e, se vários participarem, depois farei outra postagem com as respostas corretas e verão o quanto acertaram sobre mim.

1- Eu nunca fui boa em matemática.
2 - Eu nunca vi uma estrela cadente.
3- Eu nunca roí as unhas.
4- Eu nunca andei de avião.
5 - Eu nunca me apaixonei por um estranho.
6 - Eu nunca tive alguma doença grave.
7 - Eu nunca usei óculos.
8- Eu nunca comi caviar.
9 - Eu nunca ganhei um buquê de flores.
10- Eu nunca viajei pedindo carona.

Agora é com vocês !  Let's go  (:

Alegria


Toc! Toc! 
- Quem é?
- Sou eu!
- Eu quem?
- A tristeza!
- Você não cansa de me perturbar?
- É que agora eu quero sair.
(...)

Evelyn Dias


domingo, outubro 2

Desconexos


Então depois de cartas, poemas que escrevi e não entreguei, por medo ou até receio de que você já havia me esquecido e que nenhum esforço valeria a pena e nem mesmo pudesse acreditar que poderia haver alguma outra chance. Você vira pra mim e diz que escreveu, enviou e eu não recebi?  Será que meus dias solitários, minhas lágrimas cheias de tristeza e dor porém vazias da tua ausência, mereciam tantos sofrimentos despejados e enganados por um simples erro do sistema? 
Já dizia a minha mãe: - Tudo culpa do sistema! Será culpa do sistema mesmo? Esse que cisma em não me ligar, que insiste em esperar que o outro lado seda, com medo de alguma rejeição. Às vezes eu penso comigo... Será que não dói em você? Depois disso eu não consigo pensar em nada. Porque eu não entendo. Sinceramente. Afinal, o que você quer de mim?

Depois me abraça, me aperta, me prende, me beija. Eu fico imaginando, não dá pra ser pra sempre? 

Evelyn Dias

Pedaços soltos: Ontem ele veio no meu aniversário e ainda disse que eu era a culpada. Que eu não liguei, não mandei mensagem. Que eu sumi. É sumi. Estava perdida dentro das minhas próprias ilusões de que você havia me esquecido. Quase disse pra ele. Mas preferir ficar calada. //.

Obrigada ! (: Flores pra vocês !



Aos meus amigos vim agradecer
Toda atenção e carinho
Pois com eles sei que é possível
Colher flores pelo caminho

Obrigada pelos Parabéns
A mim nessa data querida
Por toda a felicidade
E muitos anos de vida.

Que Papai do Céu vos abençoe
E vos dê tudo em troca
O dobro da felicidade
Que bater em minha porta

Aos amigos novos que vieram
Sem conhecer prestigiou
E no fundo do coração 
Guardo tudo com muito amor

Aos presentes que ganhei
Atenção incondicional
Saibam que no meu coração
Tem um lugar especial

E aqueles que não vieram
Não podem me fazer triste
Pois sei que o carinho
Neles também existe.

Que a primavera cheia de flores
Os contagie de toda bondade
Obrigada por existir
Bons amigos de verdade!

Evelyn Dias